Da coexistência à convivência como outro: entre o multiculturalismo e a interculturalidade Reportar como inadecuado




Da coexistência à convivência como outro: entre o multiculturalismo e a interculturalidade - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

REMHURevista Interdisciplinar da Mobilidade Humana 2012, 20 38

Autor: Ana Maria D’ Ávila Lopes

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=407042015005


Introducción



REMHU - Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana ISSN: 1980-8585 remhu@csem.org.br Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios Brasil D’ Ávila Lopes, Ana Maria DA COEXISTÊNCIA À CONVIVÊNCIA COMO OUTRO: entre o multiculturalismo e a interculturalidade REMHU - Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana, vol.
20, núm.
38, enero-junio, 2012, pp.
67-81 Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=407042015005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Ana Maria D’Ávila Lopes DA COEXISTÊNCIA À CONVIVÊNCIA COM O OUTRO: entre o multiculturalismo e a interculturalidade Ana Maria D’Ávila Lopes* Há séculos, Homero afirmou ser a civilidade a característica que distingue os homens dos animais.
Os Ciclopes, afirmava o poeta grego, eram considerados monstros selvagens não porque não praticavam a navegação, mas porque ignoravam a hospitalidade.
Hoje, mais de vinte séculos depois, a Interculturalidade busca resgatar a virtude da civilidade como forma de garantir a convivência pacífica entre maiorias e minorias, superando, assim, as limitações do Multiculturalismo e sua proposta da tolerância.
Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é defender a virtude da civilidade como pressuposto para a garantia efetiva dos direitos fundamentais de todos os membros de uma sociedade pluricultural. Palavras-chave: Tolerância; Multiculturalismo; Interculturalidade; Civilidade; Minorias. Introdução Na atualidade, a diversidade cultural constitui marca inegável dos mais de 190 Estados-membros da ONU.
Praticamente não há, hoje, Estado que não possa ser considerado multinacional ou multiétnico.1 Nesse contexto, como garantir a convivência ...





Documentos relacionados