O ocaso da reforma sanitária brasileira Reportar como inadecuado




O ocaso da reforma sanitária brasileira - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Saúde em Debate 2010, 34 87

Autor: Ivan Batista Coelho

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=406341768007


Introducción



Saúde em Debate ISSN: 0103-1104 revista@saudeemdebate.org.br Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Brasil Batista Coelho, Ivan O ocaso da reforma sanitária brasileira Saúde em Debate, vol.
34, núm.
87, octubre-diciembre, 2010, pp.
647-657 Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=406341768007 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ARTlGO ORlGINAL I OR-Gll-ALARJ1CLE 647 o ocaso da reforma sanirária brasileira The decline ofthe Brazi!iall Puh!ic Health RejOrra Ivan Bacista Coelho 1 , Médioo; Mame cm .úde llibliu RESUMO Recusando-se a aceitar o baixo financiamento como explicação lda UFMG; Doutorando cm .lide cobiw.
di1 UNIC.AMP; Profelsor suficieme para os desacertos do Sistema Onico de St1tíde, o autor procura do Ocparl:lmcnlO de Medicu:1 d:l Uoi-c-ódi1dc Fcrlcnl de Ouro PrelO. correlacioná~-t)s i ;ln@, nlediei ,u.
ufol.
br semiços e incapacidade para Jãzer alianças sodais.
Na base destes equilJocos também com decisões equivocadas sobre organização de estão lógicas di: abordagem de problemas cujas raizes remontam -O inicio d- refOrma sanitária.
A cultura sanitária construida nas últimas décadas dificultou a construção de alianças sociais para a sustentação do SUS e do projeto de reforma sanitária.
Assim, novos avanços do sistema demandarão Um(l refOrmulação mais radical do proji:fO e a inclusão de novos arores. PAlAVRAS-CHAVE: RefOrma Sanitária; Sistem- Unico de Saúde; Politicas di: Saúdi:. ABSTRACT Refusing ro accepr rlle low fimding as a suJliciem explalltlfion fOr ,he bad services olfered by rhe Brazi-itl-l UlIified Hetlfth Sysrem, riu t1tahor aims at correlating ,hem with...





Documentos relacionados