Infecções de repetição: o que é importante para o pediatra Reportar como inadecuado




Infecções de repetição: o que é importante para o pediatra - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Beatriz Tavares C. Carvalho ; Fabíola Scancetti Tavares ;Revista Paulista de Pediatria 2009, 27 4

Autor: Pérsio Roxo Júnior

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=406038931013


Introducción



Revista Paulista de Pediatria ISSN: 0103-0582 rpp@spsp.org.br Sociedade de Pediatria de São Paulo Brasil Roxo Júnior, Pérsio; Tavares C.
Carvalho, Beatriz; Scancetti Tavares, Fabíola Infecções de repetição: o que é importante para o pediatra Revista Paulista de Pediatria, vol.
27, núm.
4, diciembre, 2009, pp.
430-435 Sociedade de Pediatria de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=406038931013 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo de Revisão Infecções de repetição: o que é importante para o pediatra Recurrent infections: what is important to pediatricians Pérsio Roxo Júnior1, Beatriz Tavares C.
Carvalho2, Fabíola Scancetti Tavares3 RESUMO ABSTRACT Objetivo: Apresentar uma revisão atualizada sobre infecções de repetição em crianças, abordando importantes aspectos para o pediatra relacionados a infecções em crianças saudáveis e em crianças com imunodeficiências primárias. Fontes de dados: Artigos relacionados ao tema foram coletados dos bancos de dados Medline e Lilacs no período entre 1980 e 2008, tendo sido selecionados artigos de meta-análise, revisão e estudos clínicos realizados em seres humanos, cuja metodologia e discussão estavam bem estruturadas.
Também foram incluídos livros-texto nacionais e internacionais pertinentes ao tema. Síntese dos dados: Infecções de repetição são frequentes na clínica pediátrica.
Aproximadamente 50% dessas crianças são saudáveis e 10% podem ser imunodeficientes.
A criança saudável apresenta crescimento e desenvolvimento normais e se encontra bem entre os episódios infecciosos.
As infecções, na maioria das vezes, não têm curso prolongado ou complicado e ocorrem devido ao au...





Documentos relacionados