Deficiência de zinco em crianças e adolescentes com doenças hepáticas crônicas Reportar como inadecuado




Deficiência de zinco em crianças e adolescentes com doenças hepáticas crônicas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Gabriel Hessel ;Revista Paulista de Pediatria 2009, 27 3

Autor: Thalita Cremonesi Pereira

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=406038930014


Introducción



Revista Paulista de Pediatria ISSN: 0103-0582 rpp@spsp.org.br Sociedade de Pediatria de São Paulo Brasil Cremonesi Pereira, Thalita; Hessel, Gabriel Deficiência de zinco em crianças e adolescentes com doenças hepáticas crônicas Revista Paulista de Pediatria, vol.
27, núm.
3, septiembre, 2009, pp.
322-328 Sociedade de Pediatria de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=406038930014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo de Revisão Deficiência de zinco em crianças e adolescentes com doenças hepáticas crônicas Zinc deficiency in children and adolescents with chronic liver diseases Thalita Cremonesi Pereira1, Gabriel Hessel2 RESUMO ABSTRACT Objetivo: Revisar as principais pesquisas referentes ao zinco e ao estado desse mineral em crianças e adolescentes com doenças hepáticas crônicas. Fontes de dados: As palavras-chave “zinco”, “hepatopatias”, “criança” e “adolescente” foram inseridas nas bases de dados PubMed, SciELO e Web of Science.
O critério de seleção compreendeu os artigos de origem nacional e internacional, preferindo-se aqueles publicados de 1998 a 2008, além de estudos mais antigos considerados clássicos. Síntese dos dados: O zinco é um mineral essencial para a saúde das crianças devido às suas inúmeras funções no organismo, dentre elas a atuação no sistema imune, o favorecimento do crescimento estatural e do desenvolvimento sexual e cognitivo.
As crianças hepatopatas parecem estar mais suscetíveis à deficiência de zinco do que as saudáveis pelo fato de a doença no fígado alterar o metabolismo desse mineral, principalmente a sua distribuição aos tecidos e sua excreção.
O nível de zinco no plasma pa...





Documentos relacionados