Influência do consumo alimentar e do padrão de atividade física sobre o estado nutricional de adolescentes de piedade, são paulo Reportar como inadecuado




Influência do consumo alimentar e do padrão de atividade física sobre o estado nutricional de adolescentes de piedade, são paulo - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Giovana Eliza Pegolo ; Marina Vieira da Silva ;Revista Paulista de Pediatria 2009, 27 3

Autor: Carla Cristina Enes

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=406038930006


Introducción



Revista Paulista de Pediatria ISSN: 0103-0582 rpp@spsp.org.br Sociedade de Pediatria de São Paulo Brasil Enes, Carla Cristina; Pegolo, Giovana Eliza; Vieira da Silva, Marina Influência do consumo alimentar e do padrão de atividade física sobre o estado nutricional de adolescentes de Piedade, São Paulo Revista Paulista de Pediatria, vol.
27, núm.
3, septiembre, 2009, pp.
265-271 Sociedade de Pediatria de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=406038930006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo Original Influência do consumo alimentar e do padrão de atividade física sobre o estado nutricional de adolescentes de Piedade, São Paulo Influence of food intake and physical activity patterns on the nutritional status of adolescents from Piedade, São Paulo, Brazil Carla Cristina Enes1, Giovana Eliza Pegolo2, Marina Vieira da Silva3 RESUMO Objetivo: Identificar os fatores dietéticos e de atividade física associados ao estado nutricional de adolescentes escolares. Métodos: Estudo transversal com 105 adolescentes de ambos os sexos, idade de 10 a 14 anos, matriculados em escolas públicas de Piedade (SP).
Foram coletadas informações sobre consumo alimentar (recordatório 24 horas), padrão de atividade física (atividades físicas e sedentárias) e estado nutricional avaliado pelo índice de massa corporal.
Consideraram-se insuficientemente ativos os adolescentes que praticavam menos de 300 minutos-semana de atividade física.
Foram classificados como sedentários aqueles que dedicavam período de tempo igual ou superior a duas horas por dia a atividades passivas. Para identificar os fatores associados ao estado nutricional, recorreu-se à regressão linear múlt...





Documentos relacionados