Disciplinar, inter-trans-multi-pós-disciplinar Reportar como inadecuado




Disciplinar, inter-trans-multi-pós-disciplinar - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Stelio Marras ; Ana Paula Cavalcanti Simioni ;Revista do Instituto de Estudos Brasileiros 2016, 64

Autor: Marcos Antonio de Moraes

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=405646788008


Introducción



Revista do Instituto de Estudos Brasileiros ISSN: 0020-3874 revistaieb@usp.br Universidade de São Paulo Brasil de Moraes, Marcos Antonio; Marras, Stelio; Cavalcanti Simioni, Ana Paula Disciplinar, inter-trans-multi-pós-disciplinar Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, núm.
64, 2016, pp.
14-16 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=405646788008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto disciplinar, inter-trans-multi-pós-disciplinar Por onde quer que se lance o olhar, tudo agora parece escapar das pinças que a formação e o conhecimento disciplinar haviam preparado.
A realidade vaza em heterogeneidades, exceções e ruídos que já não se deixam mais reduzir a perspectivas que, de antemão, repartem a realidade em domínios ontológicos e epistemológicos supostamente prontos e estáveis: aqui a natureza, ali a sociedade; aqui a ciência, ali a religião; aqui a economia, ali o ambiente; aqui o fato, ali a ficção; aqui o literário, ali o analítico; aqui o humano, ali o não humano; aqui o local, ali o global; aqui o Brasil, ali o mundo.
Mas e quando, como agora, essas fronteiras rapidamente se esfumaçam por conta de uma realidade (isto é, muitas realidades) que o mundo (isto é, muitos mundos) apresenta mais e mais como exigência? O que agora ensinar? Como agora aprender? Como, mesmo, pesquisar? Na mesma escala em que esses desafios põem medo, também plantam suas esperanças.
A universidade será capaz de facear esses incômodos imbróglios? Senão perguntar: a universidade será capaz de se converter em, digamos, multiversidade? Que não se espere, claro, resposta única a diferentes confusões (co-fusões).
A cada embaraçamento, aí mesmo...





Documentos relacionados