Eles devoraram tudo: primitivismo, barbárie e as vanguardas Reportar como inadecuado




Eles devoraram tudo: primitivismo, barbárie e as vanguardas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista do Instituto de Estudos Brasileiros 2016, 64

Autor: Bruna Della Torre de Carvalho Lima

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=405646788006


Introducción



Revista do Instituto de Estudos Brasileiros ISSN: 0020-3874 revistaieb@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Della Torre de Carvalho Lima, Bruna Eles devoraram tudo: primitivismo, barbárie e as vanguardas Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, núm.
64, 2016, pp.
296-309 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=405646788006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Eles devoraram tudo: primitivismo, barbárie e as vanguardas [ They have devoured everything: primitivism, barbarism and the avant-gardes Bruna Della Torre de Carvalho Lima1 Este artigo é resultado da minha pesquisa de mestrado sob a orientação da profa.
dra. Lilia Katri Moritz Schwarcz junto ao Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, que contou com o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Fapesp. RESUMO • O primitivismo é um aspecto fundamental do modernismo brasileiro e encontra na obra de Oswald de Andrade uma das suas mais importantes expressões.
A “Poesia Pau Brasil” e a “antropofagia” mobilizavam o primitivismo para, como dizia Oswald de Andrade, acertar os ponteiros da literatura brasileira com o relógio da literatura universal. A ideia era superar o sentimento de atraso e a necessidade de uma identidade nacional; a antropofagia era uma metáfora para uma cultura que tinha como características a absorção e a transmutação constantes de modelos estrangeiros.
O objetivo deste artigo é explorar os sentidos e ambiguidades que o primitivismo assumiu em alguns dos melhores momentos do modernismo de Oswald de Andrade em diálogo com a sua presença nas vang...





Documentos relacionados