Influência do índice de massa corporal e da idade na função pulmonar de mulheres obesas Reportar como inadecuado




Influência do índice de massa corporal e da idade na função pulmonar de mulheres obesas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Fernanda Aparecida Faria ; Jéssica Cristina Carbinatto ; Eli Maria Pazzianotto-Forti ;Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia 2016, 19 4

Autor: Dayla Sgariboldi

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=403847457008


Introducción



Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia ISSN: 1809-9823 revistabgg@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Sgariboldi, Dayla; Aparecida Faria, Fernanda; Carbinatto, Jéssica Cristina; PazzianottoForti, Eli Maria Influência do índice de massa corporal e da idade na função pulmonar de mulheres obesas Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, vol.
19, núm.
4, julio-agosto, 2016, pp.
635641 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=403847457008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 635 Influência do índice de massa corporal e da idade na função pulmonar de mulheres obesas Influence of body mass index and age on the lung function of obese women Dayla Sgariboldi1 Fernanda Aparecida Faria2 Jéssica Cristina Carbinatto2 Eli Maria Pazzianotto-Forti1,2,3 Resumo Introdução: A obesidade e o envelhecimento podem promover alterações na função pulmonar.
Objetivo: avaliar se a massa corporal, o índice de massa corporal (IMC) e a idade têm influência sobre a capacidade vital (CV) e o volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) em mulheres.
Métodos: Participaram do estudo 81 mulheres, com idade entre 30 e 75 anos, obesas e obesas mórbidas, não fumantes, sedentárias e sem alterações pulmonares crônicas.
Foram realizadas anamnese, avaliação antropométrica e espirométrica.
A análise estatística dos dados foi realizada através dos testes de correlação de Pearson e Spearman, adotando um nível de significância de 5%.
Resultados: Pode-se observar que a idade apresentou correlações significativas e negativas com a CV e seus componentes: volume de reserva inspiratório (VRI), volume de re...





Documentos relacionados