Treinabilidade e reversibilidade na aptidão física de idosas participantes de programa de intervenção Reportar como inadecuado




Treinabilidade e reversibilidade na aptidão física de idosas participantes de programa de intervenção - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Carolina Weber Schmitt ; Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães ; Simone Korn ; Joseani Paulini Neves Simas ; Melissa de Carvalho Souza ; Zenite Machado ;Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia 2016, 19 1

Autor: Taysi Seemann

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=403844773012


Introducción



Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia ISSN: 1809-9823 revistabgg@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Seemann, Taysi; Weber Schmitt, Carolina; Coutinho de Azevedo Guimarães, Adriana; Korn, Simone; Neves Simas, Joseani Paulini; de Carvalho Souza, Melissa; Machado, Zenite Treinabilidade e reversibilidade na aptidão física de idosas participantes de programa de intervenção Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, vol.
19, núm.
1, enero-marzo, 2016, pp. 129-137 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=403844773012 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Treinabilidade e reversibilidade na aptidão física de idosas participantes de programa de intervenção Trainability and reversibility in physical fitness among elderly persons taking part in an intervention program Taysi Seemann1 Carolina Weber Schmitt1 Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães1 Simone Korn2 Joseani Paulini Neves Simas3 Melissa de Carvalho Souza4 Zenite Machado1 Resumo Objetivo: Analisar a treinabilidade e a reversibilidade de variáveis da aptidão física em idosas praticantes de ginástica funcional.
Método: Estudo ex post facto com amostra composta por 115 idosas de seis grupos de ginástica funcional do Programa Viver Ativo de Florianópolis-SC.
Para avaliação da aptidão física, utilizou-se a Bateria de Rikli & Jones (“levantar e sentar”, “flexão do antebraço”, “sentado e alcançar”, “alcançar atrás das costas” “levantar e sentar na cadeira” e “andar seis minutos”).
A intervenção foi de oito meses, e o destreino, de três.
Foram usados resultados de três testagens: pré-teste, pós-teste 1 e pós-te...





Documentos relacionados