Transtornos depressivos e algumas comorbidades em idosos: um estudo de base populacional Reportar como inadecuado




Transtornos depressivos e algumas comorbidades em idosos: um estudo de base populacional - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Zuleide Maria Ignácio ; Luciano Kurtz Jornada ; Gislaine Zilli Réus ; Helena Mendes Abelaira ; Maria Augusta Bernardini dos Santos ; Luciane Bisognin Ceretta ; João Luciano de Quevedo ;Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia 2016, 19 1

Autor: Anne Christie Timm González

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=403844773009


Introducción



Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia ISSN: 1809-9823 revistabgg@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Timm González, Anne Christie; Ignácio, Zuleide Maria; Kurtz Jornada, Luciano; Zilli Réus, Gislaine; Mendes Abelaira, Helena; Bernardini dos Santos, Maria Augusta; Bisognin Ceretta, Luciane; de Quevedo, João Luciano Transtornos depressivos e algumas comorbidades em idosos: um estudo de base populacional Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, vol.
19, núm.
1, enero-marzo, 2016, pp.
95103 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=403844773009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Transtornos depressivos e algumas comorbidades em idosos: um estudo de base populacional Depressive disorders and comorbidities among the elderly: a population-based study Anne Christie Timm González1 Zuleide Maria Ignácio2,3 Luciano Kurtz Jornada2 Gislaine Zilli Réus2,4 Helena Mendes Abelaira2 Maria Augusta Bernardini dos Santos2 Luciane Bisognin Ceretta2 João Luciano de Quevedo2,4 Resumo Objetivo: Avaliar a prevalência de transtornos depressivos e fatores associados em uma amostra de idosos no Sul de Santa Catarina.
Método: Estudo transversal com base de dados populacional, que avaliou 1.021 indivíduos idosos entre 60 e 79 anos.
Foram realizadas entrevistas domiciliares com a versão em português do Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI), coleta de dados sociodemográficos, informações sobre hipertensão arterial sistêmica, infarto agudo do miocárdio e tabagismo.
Os transtornos estudados foram episódio depressivo atual, distimia e comorbidade entre episódio depressivo e distimia, caracterizando de...





Documentos relacionados