Atividades avançadas de vida diária aavds e o desempenho cognitivo em idosos residentes na comunidade: dados do estudo fibra polo unicamp Reportar como inadecuado




Atividades avançadas de vida diária aavds e o desempenho cognitivo em idosos residentes na comunidade: dados do estudo fibra polo unicamp - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Anita Liberalesso Neri ; Mônica Sanches Yassuda ;Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia 2016, 19 1

Autor: Giovana Sposito

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=403844773002


Introducción



Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia ISSN: 1809-9823 revistabgg@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Sposito, Giovana; Liberalesso Neri, Anita; Sanches Yassuda, Mônica Atividades avançadas de vida diária (AAVDs) e o desempenho cognitivo em idosos residentes na comunidade: Dados do Estudo FIBRA Polo UNICAMP Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, vol.
19, núm.
1, enero-marzo, 2016, pp.
720 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=403844773002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Atividades avançadas de vida diária (AAVDs) e o desempenho cognitivo em idosos residentes na comunidade: Dados do Estudo FIBRA Polo UNICAMP Advanced activities of daily living (AADLs) and cognitive performance in community-dwelling elderly persons: Data from the FIBRA Study - UNICAMP Giovana Sposito1 Anita Liberalesso Neri2 Mônica Sanches Yassuda3 Resumo Objetivo: Investigar a relação entre o envolvimento em atividades avançadas de vida diária (AAVDs) e desempenho cognitivo em idosos residentes na comunidade.
Método: Os dados foram extraídos do estudo de base populacional intitulado Fragilidade em Idosos Brasileiros (FIBRA-UNICAMP).
A amostra foi composta por 2.549 idosos sem comprometimento cognitivo sugestivo de demência.
Foram coletadas informações sobre características sociodemográficas (gênero, idade, escolaridade e renda familiar), condições de saúde (número de doenças relatadas e sintomas depressivos), desempenho cognitivo (Miniexame do Estado Mental – MEEM) e AAVDs sociais, físicas e intelectuais autorrelatadas.
Resultados: Os escores médios do MEEM foram significativamente maiores entre os hom...





Documentos relacionados