Propriedades psicométricas das escalas de assédio moral no trabalho – percepção e impacto Reportar como inadecuado




Propriedades psicométricas das escalas de assédio moral no trabalho – percepção e impacto - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ana Maria Souto Ferraz ;Psico-USF 2011, 16 2

Autor: Maria do Carmo Fernandes Martins

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=401041440005


Introducción



Psico-USF ISSN: 1413-8271 revistapsico@usf.edu.br Universidade São Francisco Brasil Fernandes Martins, Maria do Carmo; Souto Ferraz, Ana Maria Propriedades psicométricas das escalas de assédio moral no trabalho – percepção e impacto Psico-USF, vol.
16, núm.
2, mayo-agosto, 2011, pp.
163-173 Universidade São Francisco São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=401041440005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Psico-USF, v.
16, n.
2, p.
163-173, mai.-ago.
2011 163 Propriedades psicométricas das escalas de assédio moral no trabalho – percepção e impacto Maria do Carmo Fernandes Martins1 – Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, Brasil Ana Maria Souto Ferraz – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, Brasil Resumo Este texto relata a adaptação e as características psicométricas de medidas de assédio moral no trabalho: a Escala de Percepção da Frequência e a Escala de Impacto Afetivo do Assédio Moral no Trabalho.
Os instrumentos, autoaplicáveis, possuíam itens idênticos, mas foram respondidos em escalas diferentes, uma referindo-se à percepção de assédio e outra, ao impacto afetivo provocado pelo fenômeno.
Participaram 216 trabalhadores, ocupantes de funções diversas, como atividades de apoio administrativo, assistência à saúde, serviços gerais, de atendimento e recepção de pessoas, policiais militares, de vendas e professores.
Possuíam idades entre 17 e 61 anos; 65% eram mulheres. Resultados das análises fatoriais revelaram dois fatores componentes da Escala de Percepção do Assédio Moral no Trabalho, mas apenas fator um compôs a Escala de Impacto Afetivo do Assédio Moral.
Indicadores satisfatórios de consist...





Documentos relacionados