Histerectomia: aspectos psicossociais e processos de enfrentamento Reportar como inadecuado




Histerectomia: aspectos psicossociais e processos de enfrentamento - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ana Alayde Werba Saldanha ;Psico-USF 2011, 16 3

Autor: Lúcia Robertta Matos Silva dos Santos

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=401036087011


Introducción



Psico-USF ISSN: 1413-8271 revistapsico@usf.edu.br Universidade São Francisco Brasil Matos Silva dos Santos, Lúcia Robertta; Werba Saldanha, Ana Alayde Histerectomia: aspectos psicossociais e processos de enfrentamento Psico-USF, vol.
16, núm.
3, diciembre, 2011, pp.
349-356 Universidade São Francisco São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=401036087011 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Psico-USF, v.
16, n.
3, p.
349-356, set.-dez.
2011 349 Histerectomia: aspectos psicossociais e processos de enfrentamento Lúcia Robertta Matos Silva dos Santos1 – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brasil Ana Alayde Werba Saldanha – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brasil Resumo O objetivo deste estudo foi investigar os aspectos psicossociais e as construções de enfrentamento da cirurgia de histerectomia.
Tratou-se de estudo de coorte, longitudinal, envolvendo 10 mulheres, com média de idade de 44 anos, baixa escolaridade e renda, atendidas em um hospital municipal do Estado da Paraíba.
Utilizou-se a Escala de Modo de Enfrentamento de Problemas (EMEP) e entrevistas semiestruturadas realizados na maternidade e nas residências, no intervalo entre o pré-cirúrgico e no sexto mês do pós-operatório.
Para análise dos resultados, utilizou-se estatística descritiva e bivariada e a técnica de análise de conteúdo.
Os resultados indicaram a variabilidade das estratégias de enfrentamento, com predomínio na busca de práticas religiosas, seguido de focado no problema.
Os discursos evidenciam receio pela perda da feminilidade e mobilização de sentimentos de temor quanto à cirurgia.
Os resultados fornecem subsídios para a intervenção psicológica, enfatiz...





Documentos relacionados