A face marcada: as múltiplas implicações da vitimização feminina nas relações amorosas Reportar como inadecuado




A face marcada: as múltiplas implicações da vitimização feminina nas relações amorosas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ceci Vilar Noronha ;PhysisRevista de Saúde Coletiva 2014, 24 2

Autor: Suzana de Magalhães Dourado

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=400834034016


Introducción



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica de Magalhães Dourado, Suzana; Vilar Noronha, Ceci A face marcada: as múltiplas implicações da vitimização feminina nas relações amorosas Physis - Revista de Saúde Coletiva, vol.
24, núm.
2, abril-junio, 2014, pp.
623-643 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=400834034016 Physis - Revista de Saúde Coletiva, ISSN (Versão impressa): 0103-7331 publicacoes@ims.uerj.br Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto A face marcada: as múltiplas implicações da vitimização feminina nas relações amorosas | 1 Suzana de Magalhães Dourado, 2 Ceci Vilar Noronha | Resumo: O artigo analisa narrativas femininas sobre relações conjugais violentas, particularmente, casos nos quais ocorreram danos ao rosto da mulher agredida pelo parceiro.
Foram objetivos da pesquisa: apreender os sentidos atribuídos pelas vítimas à violência vivenciada e identificar as implicações decorrentes da experiência vitimizadora.
O estudo foi realizado a partir de entrevistas com mulheres usuárias de instituições públicas nas áreas da segurança pública, saúde, assistência psicossocial e educação.
Elaborada sob a ótica da sociologia do corpo que reconhece a face como locus privilegiado, a análise evidenciou o caráter invasivo das agressões ao rosto feminino ao produzirem marcas físicas e emocionais que vão repercutir, a curto e longo prazo, na vida das mulheres.
À luz da perspectiva feminista relacional, emergiram questões atinentes a ambos os cônjuges na produção do convívio violento, mediadas pelas construções sociais de gênero.
Reverberações das agressões sobre o sentiment...





Documentos relacionados