Em marte: fisioterapeutas fora dos serviços de saúde. lacerda, dailton alencar lucas de.;ribeiro, kátia suely queiroz silva orgs.. fisioterapia na comunidade. joão pessoa: editora universitária da ufpb, 2011, 354p. Reportar como inadecuado




Em marte: fisioterapeutas fora dos serviços de saúde. lacerda, dailton alencar lucas de.;ribeiro, kátia suely queiroz silva orgs.. fisioterapia na comunidade. joão pessoa: editora universitária da ufpb, 2011, 354p. - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

PhysisRevista de Saúde Coletiva 2015, 25 4

Autor: Soraya Fleischer

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=400844481017


Introducción



Physis - Revista de Saúde Coletiva ISSN: 0103-7331 publicacoes@ims.uerj.br Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Fleischer, Soraya Em Marte: fisioterapeutas fora dos serviços de saúde.
LACERDA, Dailton Alencar Lucas de.;RIBEIRO, Kátia Suely Queiroz Silva (orgs.).
Fisioterapia na comunidade.
João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2011, 354p. Physis - Revista de Saúde Coletiva, vol.
25, núm.
4, octubre-diciembre, 2015, pp.
13831386 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=400844481017 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto LACERDA, Dailton Alencar Lucas de.; RIBEIRO, Kátia Suely Queiroz Silva (orgs.). Fisioterapia na comunidade. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2011, 354p. | 1 Soraya Fleischer | 1 Departamento de Antropologia, Universidade de Brasília.
Brasília-DF, Brasil.
Endereço eletrônico: soraya@unb.br Recebido em: 07-02-2015 Aprovado em: 30-03-2015 DOI: http:--dx.doi.org-10.1590-S0103-73312015000400017 Em 1993, no bairro de Padre Zé, na periferia de João Pessoa-PB, iniciou-se um projeto de extensão da Universidade Federal da Paraíba, intitulado “Fisioterapia na comunidade”.
Em 1995, incluiu-se um bairro de pescadores, a Penha, e em 1997, o bairro do Grotão. Em geral, muitas pessoas não têm condições de frequentar os serviços de saúde, seja porque grande maioria da atenção fisioterapêutica se concentra nas grandes cidades, seja por condições socioeconômicas, seja por questões de mobilidade física e, justamente por esse quadro, o projeto propôs levar o cuidado fisioterapêutico aos domicílios.
O projeto “Fisioterapia na comunidade” prevê, portanto, que “a maior parte...





Documentos relacionados