Articulação público-privada na atenção ambulatorial de média e alta complexidade do sus: atuação da secretaria de estado de saúde de mato grosso Reportar como inadecuado




Articulação público-privada na atenção ambulatorial de média e alta complexidade do sus: atuação da secretaria de estado de saúde de mato grosso - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

João Henrique Gurtler Scatena ; Ruth Terezinha Kehrig ;PhysisRevista de Saúde Coletiva 2015, 25 4

Autor: Cátia Maria Costa Romano

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=400844481004


Introducción



Physis - Revista de Saúde Coletiva ISSN: 0103-7331 publicacoes@ims.uerj.br Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Costa Romano, Cátia Maria; Gurtler Scatena, João Henrique; Kehrig, Ruth Terezinha Articulação público-privada na atenção ambulatorial de média e alta complexidade do SUS: atuação da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso Physis - Revista de Saúde Coletiva, vol.
25, núm.
4, octubre-diciembre, 2015, pp.
10951115 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=400844481004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Articulação público-privada na atenção ambulatorial de média e alta complexidade do SUS: atuação da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso | 1 Cátia Maria Costa Romano, 2 João Henrique Gurtler Scatena, 3 Ruth Terezinha Kehrig | Resumo: A ancestralidade da relação público-privada na saúde remonta à criação e ao desenvolvimento da previdência social.
No SUS, tal relação se manteve e tem ganhado força e estabilidade, principalmente nos níveis de atenção onde há possibilidade de lucro.
Este estudo, de base qualitativa e foco na Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES), visa explorar, nessa esfera de gestão, a articulação público-privada no âmbito da assistência ambulatorial de média e alta complexidade.
A coleta de dados contemplou documentos e entrevistas com técnicos daquela instância, material empírico explorado mediante análise de conteúdo.
Os resultados mostraram que: o estado credencia-habilita ou contrata serviços de assistência ambulatorial de média e alta complexidade segundo a lógica da oferta privada; a gestão das ações de saúde é de...





Documentos relacionados