Figuras da manipulação Report as inadecuate




Figuras da manipulação - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Galáxia 2005, 10

Author: Maria Isabel Filinich

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=399641236005


Teaser



Galáxia E-ISSN: 1982-2553 aidarprado@gmail.com Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Brasil Filinich, Maria Isabel Figuras da manipulação Galáxia, núm.
10, diciembre, 2005, pp.
67-86 Pontifícia Universidade Católica de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=399641236005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto FILINICH, Maria Isabel.
Figuras da manipulação.
Revista Galáxia, São Paulo, n.
10, p.
67-86, dez.
2005. 67 Figuras da manipulação Maria Isabel Filinich Resumo: Sendo o ato do discurso um ato eminentemente dialógico, o que aqui nos interessa é abordar as estratégias por meio das quais o destinador produz um efeito sobre o destinatário.
Este vínculo entre dois sujeitos tem sido normalmente tratado pela semiótica standard como uma relação de manipulação.
A partir desta primeira definição, geral e abstrata, que outorga à manipulação a forma do fazer-fazer, observam-se as diversas manifestações a que dá lugar, principalmente a partir do momento em que se incorpora à reflexão semiótica a dimensão sensível da atuação do sujeito.
A análise, no nível da superfície do discurso, de algumas figuras “típicas” da manipulação, mostra o alcance heurístico e os limites do conceito. Palavras-chave: manipulação; modalidade; sedução Abstract: Figures of manipulation – Since discourse is an eminently dialogical act, what we are interested in here is to discuss the strategies whereby the sender produces an effect upon the recipient.
This link between two subjects has usually been treated in standard semiotics as a relationship of manipulation.
Based on this initial definition, both general and abstract, which grants manipula...





Related documents