Otorrinos nas cirurgias plásticas da face, sim Reportar como inadecuado




Otorrinos nas cirurgias plásticas da face, sim - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Brazilian Journal of Otorhinolaryngology 2011, 77 4

Autor: José Eduardo Lutaif Dolci

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=392437917001


Introducción



Brazilian Journal of Otorhinolaryngology ISSN: 1808-8694 revista@aborlccf.org.br Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia CérvicoFacial Brasil Lutaif Dolci, José Eduardo Otorrinos nas cirurgias plásticas da face, sim Brazilian Journal of Otorhinolaryngology, vol.
77, núm.
4, julio-agosto, 2011, p.
408 Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=392437917001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Braz J Otorhinolaryngol. 2011;77(4):408. Para citar este artigo, use o título em inglês EDITORIAL BJORL .org Otolaryngologists in facial plastic surgery, yes Otorrinos nas cirurgias plásticas da face, sim habilitados a este tipo de cirurgia.
Inclusive, obviamente, otorrinos. Outra questão a considerar é o caótico trânsito brasileiro que, infelizmente, é repleto de acidentes.
Traumas são provocados e temos de atender a estes feridos, com cirurgias reparadoras e estéticas em nossa especialidade. Não concordo que nos proíbam, por exemplo, de fazer uma rinoplastia puramente estética se somos chamados para fazer a rinosseptoplastia funcional.
Nós, otorrinos, somos os mais indicados para comandar estes tipos de procedimentos, e outros correlatos na face.
Se analisarmos o grau de dificuldade de uma cirurgia otológica como a descompressão do nervo facial, que é feita pelo médico otorrinolaringologista, por que não fazer uma otoplastia (correção de orelha em abano ou orelha protrusa), cujo grau de dificuldade é muito menor? Igual princípio se aplica a uma parotidectomia em relação a uma ritidoplastia. Isto não significa invasão de outras áreas, mas trabalhar para dar ao paciente um...





Documentos relacionados