anything goes-?: o diálogo implícito de paul feyerabend com dois pesquisadores brasileiros, maurício da rocha e silva e newton freire-maia Reportar como inadecuado




anything goes-?: o diálogo implícito de paul feyerabend com dois pesquisadores brasileiros, maurício da rocha e silva e newton freire-maia - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

História, Ciências, SaúdeManguinhos 2010, 17 1

Autor: Francisco Inácio Bastos

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=386138048009


Introducción



História, Ciências, Saúde - Manguinhos ISSN: 0104-5970 hscience@coc.fiocruz.br Fundação Oswaldo Cruz Brasil Bastos, Francisco Inácio “Anything goes”?: o diálogo implícito de Paul Feyerabend com dois pesquisadores brasileiros, Maurício da Rocha e Silva e Newton Freire-Maia História, Ciências, Saúde - Manguinhos, vol.
17, núm.
1, enero-marzo, 2010, pp.
141-152 Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=386138048009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto “Anything goes”? BASTOS, Francisco Inácio.
“Anything goes?”: o diálogo implícito de Paul Feyerabend com dois pesquisadores brasileiros, Maurício da Rocha e Silva e Newton Freire-Maia.
História, Ciências, Saúde – Manguinhos.
Rio de Janeiro, v.17, n.1, jan.-mar.
2010, p.141-152. Resumo “Anything goes”?: o diálogo implícito de Paul Feyerabend com dois pesquisadores brasileiros, Maurício da Rocha e Silva e Newton Freire-Maia “Anything goes”?: the implicit dialogue between Paul Feyerabend and two Brazilian researchers, Maurício da Rocha e Silva and Newton Freire-Maia O filósofo Paul Feyerabend e os cientistas brasileiros Maurício da Rocha e Silva e Newton Freire-Maia foram contemporâneos e viram-se às voltas com dilemas fundamentais da ciência. A proposta anarquista de Feyerabend, então embrionária, foi formulada em paralelo por Rocha e Silva, em sua crítica ao método científico. Transcorridas duas décadas, as ideias de Feyerabend parecem motivar implicitamente Newton Freire-Maia nas reflexões sobre a ciência.
A teia de inter-relações das ideias desses três homens – que jamais interagiram – toca questões centrais da ciência brasileira de 1960 a 1980,...





Documentos relacionados