O estável poder de veto forças armadas sobre o tema da anistia política no brasil Reportar como inadecuado




O estável poder de veto forças armadas sobre o tema da anistia política no brasil - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Varia Historia 2012, 28 48

Autor: Maria Celina D-Araujo

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=384434846006


Introducción



Varia Historia ISSN: 0104-8775 variahis@gmail.com Universidade Federal de Minas Gerais Brasil DAraujo, Maria Celina O estável poder de veto Forças Armadas sobre o tema da anistia política no Brasil Varia Historia, vol.
28, núm.
48, julio-diciembre, 2012, pp.
573-597 Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=384434846006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto O estável poder de veto Forças Armadas sobre o tema da anistia política no Brasil* The stable military power as veto players in issues related to the political amnesty in Brazil MARIA CELINA D’ARAUJO Professora do Departamento de Sociologia e Política Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio. Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea - Rio de Janeiro CEP 22451-900 – Rio de Janeiro – RJ mariacelina@daraujo.net RESUMO O trabalho propõe-se a demonstrar porque desde 1979 foi possível aos militares brasileiros atuarem como veto players sempre que entrou em debate a revisão da Lei de Anistia.
Nossa hipótese é que esse poder de veto explica-se pela existência de uma grande autonomia militar antes, durante e depois da ditadura, associada aos baixos níveis de respeito aos direitos humanos na sociedade brasileira e ao baixo interesse do Congresso e do governo em geral pelo tema das Forças Armadas. Palavras-chave anistia, forças armadas, transição no Brasil ABSTRACT The study aims to show why since 1979 the Brazilian military had been able to act as veto players whenever the debate about Amnesty Law was argued.
Our hypothesis is that this veto power is explained by the existence * Artigo recebido em 20-08-2012.
Autor convidado. VARIA HISTORIA, Belo Hori...





Documentos relacionados